Procura se Cachorro Número de animais desaparecidos cresce com as festas de fim de ano

Número de animais desaparecidos cresce com as festas de fim de ano

Milhares de bichinhos fogem assustados com o barulho dos fogos de artifício. Saiba como preparar a casa para protegê-los

Milhares de animais desaparecem no período entre Natal e Réveillon

Milhares de animais desaparecem no período entre Natal e Réveillon

Montagem/ Procura-se Cachorro

Chegou a época do ano com o maior número de animais desaparecidos. Entre o Natal e o Réveillon, milhares de cães e gatos fogem assustados com o barulho dos fogos de artifício. Os pedidos de ajuda na página do Procura-se Cachorro aumentam cinco vezes mais, e o principal causador do problema ainda é o rojão que o vizinho solta na rua.

Os casos lotam as redes sociais durante as festas, mas a situação fica ainda pior quando o cachorro foge durante uma viagem da família. Os donos retornam para a cidade de origem e continuam fazendo buscas ou procurando pistas à distância.

Saiba como divulgar um animal desaparecido nas redes sociais

Selecionei dicas importantes para você amenizar o sofrimento do pet e evitar o desespero:

Bicho dentro de casa
Cães que vivem no quintal precisam estar dentro de casa durante a queima de fogos. É muito comum os estouros acontecerem na própria rua, até mesmo através de vizinhos, e o animal presenciar muito de perto

Ambiente seguro
Deixe-o longe de escadas e objetos que ele possa quebrar ou ingerir durante o desespero

Distração
Ofereça os brinquedos prediletos e espalhe petiscos pelo cômodo para que ele fique entretido

Deixe-o à vontade
Em uma situação de medo, o animal pode se enforcar enquanto se debate. Deixe-o livre em um cômodo da casa, ele vai se proteger embaixo de mesa, cadeira ou algum móvel  que o deixe mais seguro

Som ambiente
Além de fechar as janelas, você também pode abafar o barulho pendurando um pano ou cobertor. Deixe um som agradável para ele não perceber os estouros do lado de fora, pode ser uma música ou televisão ligada

Tampão no ouvido
"Coloque bolinhas de algodão no ouvido dos animais para diminuir o ruído. Só não pode esquecer de tirar logo após a queima de fogos", alerta a veterinária Janaína dos Reis

Tranque os acessos da rua
Os bichos costumam sair em disparada quando sentem medo. Certifique-se que o portão da rua esteja fechado. Os convidados da sua comemoração podem esquecer aberto enquanto transitam

Calmantes e florais
O medicamento deve ser  indicado pelo veterinário do animal de acordo com o peso, idade, comportamento e necessidade. Os produtos homeopáticos também servem como opção para deixar o cão ou gato mais tranquilos

Placa de identificação sempre!
O pingente na coleira pode aumentar em até 90% as chances do animal voltar para casa. Não importa a rotina que ele tenha, o cuidado serve tanto para os que passeiam todos os dias, como para os que não saem de casa. Ninguém que perdeu imaginou que pudesse acontecer. Mantenha nome e telefone de contato no animal e evite o desespero.

    Access log