Post da revista Glamour com piada sobre emagrecimento causa revolta na Internet

Publicação se retratou na manhã desta terça-feira, depois de deixar leitoras indignadas

A brincadeira não teve graça para as leitoras

A brincadeira não teve graça para as leitoras

Reprodução/Facebook

Era para ser uma piadinha, dessas "motivacionais" para quem enfiou o pé na jaca no fim de semana e promete, toda semana, que vai começar a dieta. Mas a postagem da revista Glamour Brasil, feita na segunda-feira (28), acabou deixando as leitoras revoltadas com o teor da brincadeira.

"Amiga, o que você tomou para emagrecer? Vergonha na cara", dizia a publicação, que obviamente reforça o esteriótipo de que quem é gordo é preguiçoso, não tem força de vontade, e nem capacidade de tomar "vergonha" para emagrecer.

A voz mais forte a se levantar contra a postagem foi a de Paula Bastos, do blog Grandes Mulheres, que alertou, em um vídeo postado no Facebook, sobre o estrago que esse tipo de abordagem pode causar na auto-estima das leitoras.

—  Pois é, Glamour Brasil, não adianta fazer uma postagem dizendo que só não emagrece quem não tem vergonha na cara e depois querer fazer vários posts em seguida sobre como se valorizar se você é gorda porque vocês já fizeram um estrago grande na autoestima de mulheres que têm dificuldade para emagrecer ou que não se aceitam. A gente não precisa de mais uma revista disseminando gordofobia e discursos de ódio. Tá aqui o meu recadinho pra atitude patética de vocês!

A Glamour tentou apagar o incêndio da pior forma possível: deletando o post. Mas os prints já haviam sido feitos, e a revolta das leitoras só aumentou.

Na manhã desta terça-feira, a revista voltou às redes sociais com a intenção de se desculpar.

—  Bom dia, leitoras e followers. Ontem, postamos um meme superinfeliz aqui no FB e estamos aqui pra pedir desculpas por ele. Antes, deixa só a gente explicar nossa intenção. Ao publicá-lo pensamos apenas no espírito da segunda-feira: aquele em que dizemos pras nossas amigas que não fomos pra academia ou “jacamos” no fim de semana, sabe? Não era nossa intenção ofender, mesmo. Deletamos o post em respeito a vocês, que, com toda razão, se sentiram ofendidas. Você, que lê a Glamour e que nos segue, sabe que não compactuamos com preconceito de nenhum tipo. Nós produzimos conteúdo para mulheres de forma leve, divertida e cheia de energia – a gente acredita que amar nossos corpos é a maior liberdade que pode existir e que a busca pela melhor versão de si mesma é individual e intransferível. E pra gente é muito importante continuarmos conversando, pra fazer uma Glamour cada vez melhor.

Ainda que a maioria tenha se posicionado contra a publicação da "piada", algumas seguidoras ponderaram sobre o que consideram uma reação exagerada. Houve comentários contra e a favor.

—  Eu entendi totalmente a intenção do post e achei super dramatica a reaçao de algumas "leitoras". Acho que falta um pouco de humor na vida das pessoas.

— Erraram mesmo. Feio. Acabou a época de que tudo se justifica com "brincadeira". Tem muita gente sofrendo com essa "Ditadura da beleza"! Devemos ter empatia com essas pessoas. É digno o pedido de desculpas da revista, mas o melhor mesmo seria não precisar.

Confira, abaixo, o vídeo com a esclarecedora mensagem de Paula Bastos contra o post da Glamour: