Hypeness Padaria dá pão de graça a quem precisa: ‘Pode se servir à vontade’

Padaria dá pão de graça a quem precisa: ‘Pode se servir à vontade’

Uma padaria está dando pão de graça para pessoas necessitadas. A decisão é de um estabelecimento comercial de Pirajuí, no interior de São Paulo

Padaria dá pão de graça a quem precisa: ‘Pode se servir à vontade’

Pão de graça para quem precisa

Pão de graça para quem precisa

Hypeness

Uma padaria está dando pão de graça para pessoas necessitadas. A decisão é de um estabelecimento comercial de Pirajuí, no interior de São Paulo.

A “Padaria do Português”, como ficou conhecida entre os clientes, colocou o anúncio durante o fim de semana acomodado ao lado de uma cesta de pães. “Pra você que hoje não tem condições de comprar o seu pão de cada dia, pode se servir à vontade. Tenha um excelente dia. Jesus te ama. Mateus 6:11”.

A iniciativa foi um sucesso e pelo menos 50 pessoas levam, em média, 300 pães por dia. O dono da padaria explicou que tudo acontece com calma e respeito.

Meno desperdício e mais barrigas cheias

“Hoje uma família veio pegar e pegou só quatro pães. Eu falei para pegar mais, mas disseram que voltavam amanhã”, conta José Carlos Quintino. Ele garantiu que as doações vão continuar.

”Que mais padarias copiem em outras cidades, tenham bom senso. Não é todo mundo que tem dinheiro para comprar o pão de cada dia”.

A repercussão aumentou após uma postagem nas redes sociais do padre Fábio de Melo, que se disse emocionado como ato de solidariedade. “Um exemplo como esse nos recorda que o amor ainda teima em ficar entre nós. O texto simples me tocou tão profundamente que eu chorei”.


O oferecimento gratuito de pães para quem precisa foi celebrado por gente como a catadora de recicláveis Lucimara Dias, de 44 anos. Ela explica que costuma passar pela padaria todos os dias com os netos e sobrinhos.


O oferecimento gratuito de pães para quem precisa foi celebrado por gente como a catadora de recicláveis Lucimara Dias, de 44 anos. Ela explica que costuma passar pela padaria todos os dias com os netos e sobrinhos.

“Eu sempre venho pegar pão aqui. Desde que abriu a padaria eles me ajudam. Eles ajudam bastante que precisa, não sou só eu, tem mais gente que precisa e isso nos ajuda bastante, não é pouco não”.

Além de bonita, a postura da “Padaria do Português” mata a fome de quem precisa e freia os altos índices de desperdício no Brasil. Em outubro de 2012, o relatório Estado da Insegurança Alimentar no Mundo, de entidade ligada à ONU, mostrou que o país joga fora 30% da produção agrícola, ao mesmo tempo que possui 13 milhões de pessoas sem ter o que comer.