R7 Meu Estilo Concurso 'Miss Melhor Idade' premia beleza e garante autoestima 

Concurso 'Miss Melhor Idade' premia beleza e garante autoestima 

Técnica de enfermagem Elisabeth Gomes, de 66 anos, foi vencedora entre dez participantes de premiação. Ela assegura que passou desfile 'tranquila'

'Miss Melhor Idade'

Elisabeth foi a vencedora do 'Miss Melhor Idade'

Elisabeth foi a vencedora do 'Miss Melhor Idade'

Edu Garcia/R7

Aos 66 anos, a técnica de enfermagem Elisabeth Gomes não esperava se tornar miss. "Quando a mestre de cerimônias anunciou o meu nome, não acreditei", confessa, em entrevista ao R7.

Neste domingo (21), Elisabeth levou o primeiro lugar entre as candidatas do Templo de Salomão, em São Paulo (SP), no “Miss Melhor Idade – Admire sua beleza”. O concurso é organizado anualmente pelo programa social Calebe, que promove iniciativas para proporcionar mais qualidade de vida à terceira idade.

“Me sinto realizada por representar também mulheres negras como eu”, completa Elisabeth — que insiste não ter ficado nem um pouco nervosa durante o desfile com traje a rigor. Ela concorreu com outras nove candidatas com idades entre 55 e 77 anos, todas assistidas pelo Calebe.

“Estava bem tranquila. Eu venho me preparando há mais de um mês, desde que anunciaram o concurso. Fiz muita oração para que nem eu e nem as colegas ficássemos agitadas.”

Elizabeth, com coroa e faixa de miss após vencer concurso

Elizabeth, com coroa e faixa de miss após vencer concurso

Edu Garcia/R7

Com coroa e faixa de miss, a técnica de enfermagem relata que, no dia a dia, costuma ser vaidosa: “Estou sempre passando maquiagem e arrumando meu cabelo”. Contra o sedentarismo, faz aulas de caratê há pouco mais de nove meses. “Já percebo a diferença na rotina, principalmente na parte da coordenação motora. Me sinto mais ágil”, afirma.

Da plateia, a filha de Elisabeth, Tamires, já anunciava a conquista da mãe para amigos e família no grupo de Whatsapp antes mesmo que a vencedora descesse do palco. “Eu já esperava que ela fosse ganhar porque ela é mesmo muito bonita, não aparenta a idade que tem. Desde o início da semana, ela estava experimentando vestidos, sapatos, convidando a família para o evento. Tenho certeza que esse concurso marcou a vida dela”, aponta a jovem de 29 anos.

Valor à terceira idade

Para Sandra Maria Lopes, coordenadora do evento, o mais gratificante é perceber que o desfile mudou a percepção das candidatas sobre si mesmas. “Algumas haviam ficado com vergonha, já não se achavam mais nada por causa da idade, mas agora eu vejo que elas estão se valorizando mais. A autoestima melhorou, elas passaram a dar mais atenção às roupas, a se cuidar”, conta.

Candidatas de 55 a 77 anos do "Miss Melhor Idade'

Candidatas de 55 a 77 anos do "Miss Melhor Idade'

Edu Garcia/R7

Antes da prova, todas tiveram direito a maquiagem, manicure, cabeleireiro e cuidados especiais de profissionais da beleza. Durante o desfile, foram apresentadas pela mestre de cerimônias Mariana Teixeira, que falou um pouco sobre os hobbies e a personalidade de cada uma. Na mesa julgadora, composta por cinco mulheres, havia consultoras de imagem e estilo, uma empresária de moda e uma especialista em marketing digital.

Como prêmio, a vencedora Elisabeth Gomes levou para casa coroa e faixa de miss, além de uma placa de metal com seu mais novo título. As três primeiras colocadas ganharam um buquê de flores e todas as dez participantes ganharam também um colar e um pingente. 

Sérgio Gonçalves, coordenador-geral do programa social Calebe, ressaltou no palco a importância da iniciativa: “É essencial que, na terceira idade, a gente continue se movimentando. Sem nenhum desmerecimento aos jovens, digo que quem tem 60, 70 anos está melhor do que estava aos 20 ou 30 — porque viveu mais e sabe onde está pisando”.

Etapa final

Em diversas regiões de cada estado brasileiro já foram realizadas etapas classificatórias para o concurso “Miss Melhor Idade – Admire sua beleza”. A final nacional ocorre na cidade de São Paulo no dia 18 de agosto, quando participarão 21 candidatas de todo o Brasil — seis delas por meio de videoconferência.