Casa e Família Artista usa arte para interpretar sentimento por trás dos desenhos da filha

Artista usa arte para interpretar sentimento por trás dos desenhos da filha

Combinação de caos com realismo é a base para pinturas da artista autodidata 

Artista usa arte para interpretar sentimento por trás dos desenhos da filha

Sabe aqueles rabiscos típicos de crianças bem pequenas? O que fazer com eles, já que muitas vezes não têm uma forma definida e nem senso estético, mas é carregado de valor emocional?  A artista canadense Ruth Oosterman achou a resposta para isso. Ela decidiu fazer algo simples, porém inusitado com os desenhos de Eve, sua filha de dois anos: interpretar e dar forma ao sentimento da pequena. As informações são do site americano My Modern Met.

A colaboração funciona da seguinte forma. Primeiro Eve rabisca algo à sua maneira, como um desenho à mão livre. Depois, Ruth conversa com ela para descobrir o que a garotinha quis dizer com aquilo, qual o sentimento por trás daquelas linhas. Assim, a artista usa a sua imaginação para dar forma a paisagens, animais e retratos.

A combinação de caos com realismo é a base para pinturas da artista autodidata. É um verdadeiro desafio, já que ela tenta balancear a realidade com a liberdade da imaginação.   

Embora Ruth transforme o trabalho de Eve em algo novo, ela considera importante manter as linhas originais da filha como princípio da obra.

— Uma das coisas mais importante para mim sobre a colaboração com Eve é garantir que sua linhas originais sejam a base do trabalho para que, uma vez pronta, a peça tenha suas formas originais.

Confira abaixo como Ruth dá vida aos desenhos da filha