Bichos Focas estupram pinguins no Atlântico; pesquisadores tentam entender 

Focas estupram pinguins no Atlântico; pesquisadores tentam entender 

Focas fêmeas são muito disputadas entre os machos da espécie 

Pesquisadores ainda não sabem o motivo do ataque aos pinguins

Pesquisadores ainda não sabem o motivo do ataque aos pinguins

Foto: Reprodução

Um grupo de cientistas busca esclarecer um fenômeno recente na Ilha Marion, no Atlântico Sul. Um estudo divulgado pela revista “Polar Biology” afirma que focas estão abusando sexualmente de pinguins nesse local. A equipe descobriu três casos semelhantes nos últimos 30 anos.

"Em termos humanos, você chamaria isso de estupro", disse um dos pesquisores. "Os pinguins reagem como se o predador estivesse tentando matá-los, porque enquanto as focas praticam o ato, eles lutam por suas vidas, mas elas são muito maiores e mais fortes e, por isso,  elas facilmente dominam os pinguins".

Em um dos casos, a foca tentou copular com um pinguim, e, em seguida, o matou. Os pesquisadores ainda não sabem o motivo do ataque agressivo por parte das focas. No início da pesquisa, acreditava-se que este era um comportamento normal entre focas e pinguins para a sobrevivência na natureza.  Sabe-se agora que o ato faz parte de algo incomum, ainda sem explicação.

Uma teoria é de que talvez a concorrência pelas focas fêmeas esteja aumentando, fazendo com alguns machos mais jovens ataquem os pinguins, que são seus companheiros mais próximos.

"É um pouco desconcertante, chocante e, estranhamente embaraçoso ver a cena, mas definitivamente não há  nada de engraçado nisso", disse um dos pesquisores.

Quem você quer que continue na Fazenda?

Foto de pinguim escapando de foca vence concurso de imagens de vida selvagem: